Indutores em série e paralelo

Associação em Série de Indutores (Bobinas)

Associação em Série de Indutores

Associação em Série de Indutores

Consideramos duas bobinas conectadas em série. De acordo com as regras de associação em série:

V = V1  +  V2    Eq. (1)

Lembre-se: De acordo com a lei de indução, a tensão V gerada na bobina (devido a uma alteração na corrente) pode ser escrita da seguinte forma:

V = - L dI       Eq. (2)
        dt

Com Eq. (2) em Eq. (1) segue:

L dI   =  L dI   +  L dI
.  dt          dt          dt

Nota: O sinal de menos foi encurtado. De acordo com as regras de conexão em série, temos apenas "uma" corrente. A seguir, abreviando ainda mais:

Associação em Série de Indutores - cálculo


Associação em Paralelo de Indutores (Bobinas)

Associação em Paralelo de Indutores

Associação em Paralelo de Indutores

Consideramos duas bobinas conectadas em paralelo. De acordo com as regras de associação em parelo:

I = I1 + I2                Eq. (3)

Como estamos considerando aqui o comportamento de indutâncias com uma alteração na corrente, formamos a diferenciação de Eq. (4):

dI = dI1  +  dI2        Eq. (5)
dt    dt       dt

de V = - L dI       segue:    dI =  - U    Eq. (6)
.               dt                      dt       L

Eq. (6) em Eq. (5), o sinal de menos pode ser encurtado. A seguir:

V  =  V  +  V
L       L1     L2

De acordo com as regras de ligação paralela, temos apenas uma voltagem. Assim segue:

Conexão paralela de indutâncias - cálculo

< Página anterior | Página seguinte >