Fontes de Tensão e de Corrente – Diagrama de Circuito Equivalente

FONTE DE TENSÃO E FONTE DE CORRENTE

FONTE DE TENSÃOFONTE DE CORRENTE
Fontes de tensão ideais são fontes que fornecem os valores determinados de tensão independentemente da carga à qual forem ligadas.
Uma fonte de tensão real fornece uma tensão na suas terminais de conexão que diminui com o aumento da carga:
Representação de uma fonte de tensão real

Representação de uma fonte de tensão real

Fontes de corrente ideais são fontes que fornecem os valores determinados de corrente independentemente da carga à qual forem ligadas.
Uma fonte de corrente real fornence uma corriente na suas terminais de conexão que diminui com o aumento da carga:
Representação - Fonte de corrente real

Representação - Fonte de corrente real

Funcionamento de uma fonte de tensão real

Devido à resistência interna RF, a tensão nos terminais diminui com o aumento da carga de corrente:

Fonte de tensão com resistência interna - Curva característica da tensão terminal em função da corrente

Fonte de tensão com resistência interna - Curva característica da tensão terminal em função da corrente

A tensão máxima dos terminais pode ser tomada quando tem nenhuma corrente. O resitência interna provoca uma queda de tensão uma vez que um corrente flui. A tensão terminal VT pode ser calculada da seguinte forma:

VT = VF – VRF                ... Eq. 1
VT = VF – RRF * I          ... Eq. 2

Nota: F significa fonte, t significa terminais de conexão. A corrente máxima é quando os terminais estão em curto-circuito.

No caso de um curto-circuito, ou seja, quando os terminais estão em curto-circuito, a tensão do terminal UT, é claro, 0V. Isso significa que toda a tensão da fonte UF cai através da resistência interna Rint ou RF. A corrente de curto-circuito é calculada da seguinte forma:

Icurto-circuito = Imáx = VF / RF

Determinar a resistência interna:

Não é prático ou muitas vezes não é possível determinar a corrente de curto-circuito. É melhor determinar um ponto da característica da carga, ou seja, conectar uma resistência definida aos terminais.

O segundo ponto pode então ser o caso sem carga, ou seja, I = 0A.

Se uma medição de corrente deve ser dispensada, esta equação pode ser transformada. Com I = UT / RT segue: